Como começamos?

A Maria Tangerina nasceu em 2013, fruto de um projeto pessoal da Pri Cortez, fundadora da marca, durante o curso de Design de Produto. No começo a Pri fazia tudo sozinha e produzia todas as peças por encomenda. Lá conheceu o trabalho da Rede Design Possível, que a apresentou ao Cardume de Mães e à Economia Solidária.

Como é a Maria Tangerina hoje?

Hoje temos uma equipe composta por 4 pessoas no nosso escritório em São João da Boa Vista/ SP, onde todas as nossas operações estão centralizadas, inclusive o processamento dos pedidos da nossa loja online.

O que a Maria Tangerina busca?

Somos uma marca de bolsas veganas feitas no Brasil.
Nosso objetivo é mostrar que é possível produzir de maneira ética e responsável, incentivando a indústria local e conscientizando sobre consumo consciente.

Quais são nossos valores?

A Maria Tangerina não utiliza matéria prima de origem animal, preza por trabalhar com a indústria brasileira e fomentar a economia local e acredita no poder do pequeno negócio como agente de transformação!

Quem trabalha com a gente?

O primeiro fornecedor que trabalhou com a Maria Tangerina desde o começo foi o Cardume de Mães que é um grupo com 11 anos de história, já teve 20 mulheres em sua formação e hoje é composto por Rosinha Matos, Herculania Reis, Eliane Marques e Francisca Laura. Elas foram capacitada pelo núcleo de Empreendedorismo e Geração de Renda da ONG Projeto Arrastão em Campo Limpo (SP) e apoiadas pela Rede Design Possível a buscar sua autonomia financeira e produtiva. O Cardume é um Empreendimento da Economia Solidária (EES), o que quer dizer que sua gestão é horizontal e todas participam dos processos e decisões de gestão do grupo.

Além do Cardume também trabalhamos com fornecedores num formato mais tradicional, mas que são comprometidos em trabalhar de maneira ética e transparente. Em breve vamos mostrar mais sobre eles aqui.