Fótografa, multi empreendedora e rosto por trás do Ser Semente 2021

 

Além de estampar o nosso ensaio para o lançamento da Cor Cúrcuma (uma nova cor na cartela da Maria Tangerina), ela representa um pequeno fôlego criativo através de imagens incríveis do seu novo apartamento em São Paulo.

Nós entrevistamos a Bag — o rosto que nos ajudou a contar a história da Cúrcuma e do Ser Semente (nossa acompanha anual de Dia das Mães).

 

Bag, onde você tem buscado inspiração para criar?

Parece clichê, mas eu busco na vida, em cenas cotidianas, cenas que imitem a vida, busco com minha fotografia e com as composições de cenas que faço para os ensaios criar ambientes que imitem uma ação, um momento real, mais que algo só super posado. Então gosto de me inspirar em várias coisas da vida como música, filmes, cenas que vejo na rua, movimentos que vejo meus amigos ou familiares fazerem, até mesmo penso que movimento eu faria caso estivesse naquela situação vivendo normalmente. E o que ficaria evidente na imagem que remetesse a aquele momento na foto com acessórios e objetos sem que eu precise escrever e sim a imagem falar por si ou passar a emoção por si.

Você é multi-empreendedora e multi talentosa! Como é a sua rotina de organização entre tantas ocupações?

Olha confesso que não me acho a pessoa mais organizada do universo. Acho até que deveria ser bem mais. Mas eu busco pelo menos ter manhãs mais calmas, e mais fora do celular, eu acordo bem cedo umas 5h, 6h to de pé, busco ter um tempo pra mim antes do meu filho acordar, dou um jeito na casa depois que ele acorda tomamos café juntos e umas 10h trabalho, ou vou para o estúdio para fazer ensaios fotográficos e organizar as coisas da loja ou fico em casa com ele e trabalho ao mesmo tempo que olho ele. No fim da tarde eu eu busco parar de trabalhar até as 18h e a gente assiste algo, faço o jantar e dormimos. Agora a organização entre as empresas eu busco fazer ensaios fotográficos durante a semana e deixar uns dois dias para focar só em edição e criar conteúdos para as lojas. Se sigo isso certinho? Haha não, com filho acho que é até impossível, mas confesso que não é só culpa do Charlie eu sou mega hiperativa então mudo as coisas muito rápido, mas basicamente essa é a organização que tento manter.

 

Durante o lockdown, vimos muitas publicações sobre o home office e seus benefícios. Mas conversando com muitas mães, percebemos que equilibrar os pratinhos entre vida pessoal, cuidados com os filhos e trabalho ficou ainda mais difícil. Como você tem lidado com essa experiência em casa?

É muito difícil e frustrante, a gente tenta organizar para trabalhar tranquila, mas é impossível, é lanchinho o tempo todo, o Charlie nunca brinca sozinho então tem que estar sempre dividida entre ele e o trabalho, é cansativo pois a mente nunca foca em uma coisa só e sempre está trabalhando por dois.

Você tem uma bolsa preferida da Maria Tangerina? 

A minha queridinha é a pochete conhaque, a cor é minha paleta todinha, e a pochete pra mim é a bolsa mais prática que existe, pois você não precisa ficar carregando no braço você simplesmente coloca ela e tudo fica muito livre, é ótima para minha rotina que é mega corrida e nela sempre tem o mais importante que preciso para todas as situações do meu dia, desde ir ao mercado, até ir trabalhar, pois mesmo levando mochila para levar equipamentos eu sempre estou com a pochete para carregar as coisas essenciais. É algo que até já faz parte de mim.

bolsa mini tote cúrcuma
bolsa tote média cúrcuma

 

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados