7 responsabilidades do consumidor consciente

Com a escolha do consumo consciente vem grandes responsabilidades. Poderia ser mais uma frase dita em um filme de super heróis, mas é apenas a verdade. Precisamos falar sobre as responsabilidades que estão inclusas nesse "pacote". Afinal, não basta apenas buscar por marcas que são diferentes, é preciso consumir diferente também. Mas quando?


A resposta é: o quanto antes. O Earth Overshoot Day marca a data em que a demanda da humanidade por recursos em um determinado ano excede o que a Terra pode gerar. Esse dia está ocorrendo cada vez mais cedo. Em 2019, o Earth Overshoot Day foi em 29 de julho, dois meses antes do que há 20 anos. Ainda estamos acelerando em direção a um ponto além do qual a natureza poderá se consertar. ( dados do artigo do World Economic Forum).


Mas se já vemos tantas marcas construindo com considerações ambientais e esse mesmo assunto já é debatido há alguns anos, por que não avançamos? Não sabemos, mas acreditamos que uma das chaves está justamente em assumir mais responsabilidades. Por isso, separamos 7 considerações capazes de tornar nossas ações mais positivas. Acompanhe:


1- Planeje


A melhor forma de agir conscientemente continua sendo consumir menos (e melhor). Por isso, planejar é um grande aliado para não ser levado pelos impulsos.


2- Pense no final


O desafio aqui é pensar de trás pra frente. Como esse produto vai terminar? É possível reutilizar? Reciclar? De que forma vou descartar? A marca me orienta a dar o destino certo à esse produto?


3- Busque informações


Não é uma obrigação saber tudo sobre todos. Mas uma boa forma de se resguardar é saber mais sobre as suas marcas favoritas. Concentre-se onde você gasta mais o seu dinheiro para entender se essa empresa que você apoia financeiramente é de fato consciente. As corporações, incluindo bancos, são obrigadas a dar a seus clientes a clareza e a transparência necessárias para fazer essas escolhas com sabedoria.


4- Atente-se à publicidade


A marca verde que você apoia também faz ações de marketing apelativas? Esse é um ponto importante para avaliar a real intenção das empresas. Se elas investem muito para captar vendas impulsivas, será que realmente se importa com o consumo consciente?


5- Compre qualidade


Qualidade e durabilidade quase sempre andam juntas. E, se os produtos duram mais, você poderá usar por mais tempo e substituir menos. Então, na sua listinha de pontos essenciais para decidir uma compra não deixe a qualidade de fora.


6- Seja adepto à segunda-mão


Essa é uma ideia antiga que está sempre em alta. Troque peças com as pessoas que você gosta, compre peças de segunda-mão e prolongue a vida dos produtos. Esse é um poder que todos temos.


7- Adicione etapas


Para evitar desperdícios é preciso adicionar etapas. Antes de descartar pensar: posso consertar? Repassar? Reutilizar? Personalizar? Reciclar?


Consumo consciente é um termo abrangente que significa se engajar na economia com mais consciência de como o nosso consumo afeta a sociedade em geral. Comprar de marcas sustentáveis, com o intuito de preservar o meio ambiente, é só uma forma de consumir de forma mais consciente.  O processo todo envolve mais questionamentos e mais informações. Não precisamos ser consumidores perfeitos, mas podemos sempre ser um pouco melhores. Vamos assumir essas responsabilidades e ajustar o nosso estilo de vida?






Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados